Archive for Abril, 2010

Restaurar a Nação

Abril 2, 2010

Portugal está em crise. Não só em crise financeira, está em crise económica, social, educacional, de segurança, de esperança, de confiança, política, da saúde, da justiça, de emprego, de crescimento, enfim, está em Crise!

Diagnósticos há muitos. Os partidos têm vários, os especialistas, outros tantos, os comentadores profissionais também, o Presidente acho que tem um mas não diz porque tem que medir as palavras, enfim, todos têm um diagnóstico.

Mas e o que fazer? O que acham os portugueses? Bem, parece que 40% votam nas eleições e presume-se que se sentem representados pelos partidos em que votam. Depois há os outros 60% que não votam. Porquê?
Temos também algumas manifestações vindas daqueles que trabalham em sectores onde os sindicatos têm força, e fazem greves que prejudicam todos em proveito de alguns, aqueles que se vão orientando pelos buracos da lei, os que se vão orientando com subsídios e rendimentos mínimos, os que têm ordens profissionais que defendem os seu interesses acima de tudo, os que se orientam com os dinheiros públicos empregues em construções e investimentos menos públicos, enfim, os que se vão orientando.
E no meio de tudo isto, como fica a Nação? O que somos? Onde queremos estar daqui a 5 anos? E a 25? Alguém no governo, na presidência, na oposição, tem uma proposta? Uma ideia sequer?
Tenho para mim que uma Nação que não tem rumo não tem futuro. A nossa história mostra-nos que quando houve rumo houve futuro, crescemos como povo e gerámos desenvolvimento. Tivémos gente de visão, verdadeiros estadistas, ao longo dos vários séculos como Nação independente.
E hoje?
Não me resigno a esta situação. Temos concerteza gente capaz de liderar a mudança, de restabelecer a confiança, de dizer: é este o caminho! Com honestidade! Com verdade, sinceridade, sem interesses que não sejam os da Nação.
Em resumo, há que Restaurar a Nação!