A comunicação

A comunicação do Sr. Presidente da República ao país, que hoje escutámos, segue a linha já conhecida de pouca clareza e pouco esclarecimento.
Espera-se de um chefe de Estado que se coloque acima de todos os actores políticos e que fale claramente aos seus concidadãos sobre o que pensa, que diligências tomou e qual foi a reacção dos partidos, sobre a situação da nação.
Não foi isso a que assistimos. A ideia com que ficamos é que o mais alto representante do povo português protege os partidos em vez de esclarecer e defender o seu país. Esta forma de actuar não é admissível.
Estou certo que um monarca, descendente dos fundadores da nossa nação, não procederia desta forma. Transmitiria a sua opinião publicamente, sem receio de ferir este ou aquele partido, procurando sempre informar o seu povo, colocando-se acima dos partidos.
Se os partidos e os seus lideres não servem, há que o dizer, sem receios. Outros portugueses estarão disponíveis e serão capazes de conduzir a nação a bom porto. Há sim pouco espaço para vingar.

Anúncios

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: